Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A acidez do mergulho (Parte IV)...

por Tomates e Grelos, em 31.10.14
- Estava a ver que não chegavas gaja.
- Desculpa querida. O cromo da Sumol estava chato como o caraçaas, raio do velho.
- Esse não é aquele seboso que te lambuza toda quando dá beijos?
- Nem me fales...uhggg...eu bem que estendo a mão mas o homem não percebe uma indirecta.
- Se fosse o da L'Oréal, não fazias esse esgar...aposto que até te lambuzavas de propósito.
- Não sejas parva. Sabes bem que era incapaz. Adoro o Rodrigo e além disso tenho dois filhos para cuidar.
- Disseste "adoro"...
- O quê?
- Disseste "adoro"...não disseste "amo".
- Ora...uhh...é uma forma de falar, sei lá. Adoro, amo, é tudo a mesma coisa.
- Talvez...talvez...mas tu não costumas "enganar-te" dessa forma!
- Houve lá, quem eram os abutres?
- Isso, desconversa que eu gosto... Mariana, Mariana...o que é que não me andas a contar? Eu conto-te tudo sobre as minhas aventuras e tu não me contas que andas a "comer fora de casa"? Magoei...
- Deixa-te de coisas. Tenho lá eu sequer tempo para pensar em aventuras?
- Ham-ham...estou-te a ver. Amiga, conheço-te desde a faculdade e sei bem que tu não te importavas de dar uma voltinha no da L'Oréal, desde que ninguém soubesse. E serias parva se pensasses de outra forma, já sabes que eu aprovo.
- Não seja parva. Que raio de conversa. Diz lá quem eram os abutres.
- Eu vou-te fazer a vontade desta vez, mas que aí há gato, há. Eram aqueles daquela mesa do canto. Estavam os dois a galar-me a pernas.
- Pois...e agora continuam e incluiram-me a mim. Porque é que não mudaste de mesa?
- Porque eles nem são feios e apetece-me provocar!!
- Eu já devia saber que era tudo conversa ao telefone...tu não mudas mesmo.
- Já me conheces. Além disso tenho a tarde livre...
- Então? Tens folga?
- Sim gaja, já te tinha dito que os horários tinham alterado e que agora passo a folgar à tarde, semana sim, semana não.
- Desculpa querida, tenho tido tanto trabalho que nem me apercebi. Desculpa.
- Deixa lá tonta, não há stress. Também não é importante.
- É importante porque contaste e eu nem fiz caso. Mas não foi por mal...
- Oh pá, mas tu fazes o favor de acabar com essa conversa das desculpas? Desde quando precisamos disso?
- Tens razão. Em frente.
- Frente...trás...de lado...era uma tarde em grande!
- És tão tarada. Nossa senhora!!
- E tu não, queres lá ver...
- Já fui mais. Depois de casar e ter filhos, tudo muda.
- Cala-te...vais dizer qe o teu apetite diminuiu?...
- Não...não acho que tenha diminuido...terá quase desaparecido porque nem tempo tenho para pensar nisso.
- Cala-te...não posso crer. Amiga, não sabia que estava assim tão mal.
- Não está mal nem bem...é a vida como ela é.
- Eu recuso-me a acreditar que te estou a ouvir dizer isso. Mariana, eu conheço-te e conheço o teu apetite sexual. Desde quando te tornaste num vegetal?
- Também escusas de ser bruta, fogo.
- Agora sou eu que peço desculpa mas, já não te reconheço. Eu não me esqueci daquelas noites de faculdade, onde tu própria propunhas experimentarmos coisas novas.
- Joana, isso já lá vai, ficou no passado. Já não vivemos nesse tempo. O tempo agora, pelo menos para mim, é de me dedicar ao trabalho e há família. Foi bom? Claro que sim. Foi óptimo até! Terão sido os melhores tempos da minha vida. Muita diversão, muita loucura mas, agora tenho responsabilidades que não posso negligenciar.
- Linda, eu não sou exemplo para ninguém nem pretendo sê-lo mas, tens de existir por entre todas essas ramificações do dia-a-dia. Por entre Marido, Filhos e Trabalho tem de haver lugar ao sexo, ao prazer, ao lazer, etc.
- Queres dizer por entre Filhos e Trabalho, não?
- Já sabes que não sou mehor de um homem só, por isso...
- E eu que por momentos te levei a sério...
- O que tu estás a precisar, é de desentupir os canos, LOL.
- És tão parva...
- Se quiseres, eu até ajudo...tiras a tarde e temos companhia, que aqueles dois estão cada vez mais doidinhos...
- Oh, deixa-te de coisas. Vá, vamos pedir o café que eu tenho de me ir embora.
- Não sabes o que perdes...

 

Está proibida a cópia, reprodução ou transcrição, parcial ou completa, na íntegra ou baseada em, sem expressa autorização do autor!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:23


Mini 69...

por Tomates e Grelos, em 30.10.14

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:02


Numerologia...

por Tomates e Grelos, em 29.10.14

Normalmente, o jacto de esperma atinge uma distância de 15 a 20 centímetros mas, são conhecidas marca de mais de 1 metro. Não sendo uma categoria reconhecida pelo Guinness Book e não havendo um campeonato, toda a informação existente é com base no "sabe-se que", sem que nenhum método (minimamente) científico o tenha comprovado. Nessa categoria de "diz que disse", circula na Internet o feito de um tal Horst Schultz, que terá atingido uns incríveis 5.71 metros de distância, 3.76 metros de altura e, acredite quem quiser, uma velocidade de 64.05 km/h. Apesar dos números valerem o que valem, de uma coisa há certeza: a distância alcançada pela ejaculação é directamente proporcional à quantidade de esperma acumulado e, isso apenas acontece quando se passam alguns dias sem ejacular. Um estudo publicado no The Journal of Fertility and Sterility conclui, com base na análise do "comportamento ejaculatório" de 1300 homens que, a cada dia de abstenção sexual, o homem acumula 0.4 ml de esperma. Mas o reservatório tem limite: entre os homens da pesquisa, o maior volume ejaculado foi 11 ml e a média foi de 3.2 ml. Em termos de velocidade, atinge-se uma média de 45 km/h - para poderem comparar, a média de velocidade do recordista dos 100 metros não chega aos 37 km/h.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:42


O prazer vê-se...

por Tomates e Grelos, em 28.10.14

...em várias partes do corpo. Numa mão fechada a arrepanhar o lençol, num espasmo de um músculo, num torcer de cintura, etc. Ainda assim, onde mais me excita ver o prazer, é na cara. Não há muito que consiga dizer sobre isso. Não é algo que se explique ou que precise sequer de ser explicado. É algo que se sente ou não se sente. Eu sinto...vejo-o na cara de cada um.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:02


Directo e objectivo...

por Tomates e Grelos, em 27.10.14

Já fiz um post sobre massagens, em particular sobre uma técnica de massagem. Hoje faço um sobre utensílios de massagem. Tão importante como a técnica escolhida, são os equipamentos elegidos para proporcionar um relaxe total. Claro que o propósito da massagem pode ser escolhido entre o relaxe, o prazer, a tonificação, a recuperação muscular, etc. Qualquer um deles, carece das mesmas preocupações e cuidados. O mais conhecido do público em geral, são as pedras que, uma vez aquecidas, proporcionam uma sensação de penetração de calor no corpo, difundindo-a profundamente. Há outro tipo de instrumentos que podem ser utilizados e nada como experimentar cada um deles para ter uma ideia de qual nos proporciona a sensação que procuramos. Não se esqueçam que, a escolha do acessório depende em grande parte da zona do corpo a massajar. Boas terapias!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:39

Pág. 1/5



Mais sobre mim



Homem que gosta da vida, de prazer, de sexo, de conversar, de partilhar.


Se deseja entrar em contacto com o autor, pode fazê-lo através do endereço: tomatesegrelos@sapo.pt.


ver perfil

seguir perfil


Copyright

© Tomates e Grelos and tomatesegrelos.blogs.sapo.pt, 2012 to 2014. Unauthorized use and/or duplication of this material without express and written permission from this blog’s author and/or owner is strictly prohibited. Excerpts and links may be used, provided that full and clear credit is given to Tomates e Grelos and tomatesegrelos.blogs.sapo.pt with appropriate and specific direction to the original content.

calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031