Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Rosario Dawson...

por Tomates e Grelos, em 19.02.15

Vamos lá quebrar a hegemonia das louras e entrar em campos a que raramente me permito. Esta menina chama-se Rosario Dawson. De entre a extensa filmografia, permitam-me destacar Alexander, Sin City, Seven Pounds e Trance.

Comecemos pelo primeiro, onde representa Roxane, a persa selvagem por quem Alexandre O Grande se apaixona ou pelo menos, enamora. Já vi este filme há muito tempo mas, recordo com nitidez a prestação de Rosario, que dá e transmite o ar selvagem que a personagem exige. Parece-me difícil que algum homem não se sinta atraído por uma mulher assim.

Num rápido salto, passemos para a cidade do pecado. Não é Las Vegas mas, podia bem ser. No papel de Gail, uma prostituta independente, mais concretamente a líder das prostitutas, volta a surgir como mulher forte e determinada, ainda que não resista a Dwight, o amor da sua vida, a quem acaba sempre por ceder. Os papéis que exigem corpo e estrutura, sucedem-se. É uma fase em que não se percebe se é escolhida pelo talento ou atributos físicos.

Finalmente, o peso da vida é-lhe medido num papel onde tem de entregar muito mais que o corpo. Emily Posa é uma mulher frágil, provavelmente à beira da morte certa que, recebe a ajuda inesperada de um estranho. É uma bela história de amor e Rosario prova que sabe representar sem tirar partido do corpo atlético, típico de mulheres negras, que possui.

Terminamos com um filme de Danny Boyle, onde a sedutora Elizabeth é uma terapeuta de hipnose, que usa o seu conhecimento para ajudar um ladrão a recuperar a memória. Ainda que o papel não seja deslumbrante, cumpre e, tem o memorável momento em que ouvimos uma máquina de barbear a trabalhar e a bela Rosario surgir, como veio ao mundo, num belo nu completo e frontal. Delicioso e atrevido, desde o momento em que se ouve a máquina, que nos transporta a imaginação para o momento seguinte que, na maioria dos filmes não aconteceria. O espectador não se sente defraudado e vê aquilo que lhe vai na mente.

Apesar de a ter apelidado, não será propriamente uma mulher bonita. Há-as, garantidamente, bem mais bonitas mas, é cativante. Acho que tem um sorriso genuíno, meio caminho andado para se ser atraente. Depois, tem um corpo de fazer inveja a qualquer uma, onde destaco o peito, generoso, proporcional ao corpo e muito bem formatado. Deleitem-se.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:38


Tea time...

por Tomates e Grelos, em 15.12.14

Gosto de chá. Bebo mais depressa um chá do que um café. Não em entendam mal, gosto de café e do sabor intenso, forte, repentino. Como no sexo, prefiro algo mais duradouro, degustável, apreciável. Chá! Pode ser igualmente intenso mas dura muito mais. Além disso, há muitos mais sabores e todos são realmente diferentes um dos outros. No café, os sabores variam dentro do próprio sabor a café. No chá, é possível encontrar sabores mais distintos. Se o café é uma rapidinha, o chá é uma foda bem dada, no compasso que lhe é devido. Se isso não bastasse, é sempre maior. Nunca bebemos café na mesma quantidade que chá (por chávena). Em comum, tenho de os beber sem açucar. Nada de melosices. Amargo e intenso, é como se quer. (início de presunção) Para o caso de se estarem a perguntar (fim de presunção), o meu sabor preferido: Melissa and Honey

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:55


Pecado...

por Tomates e Grelos, em 30.12.13
The Salesman  : She shivers in the wind like the last leaf on a dying tree. I let her hear my footsteps, she only goes stiff for a moment.
The Salesman  : Care for a smoke?
The Customer  : Sure, I'll take one. Are you as bored by that crowd as I am?
The Salesman  :  I didn't come here for the party, I came here for you. I've watched you for days, you're everything a man could ever want. It's not just your face or your figure. It's your eyes, all the things I see in your eyes.
The Customer  : What is it you see in my eyes?
The Salesman  : I see a crazy comb. You're sick of running, you're ready to face what you have to face but you don't want to face it alone.
The Customer  : No, I don't want to face it alone.
The Salesman  : The wind rises electric. She's soft and warm and almost weightless. Her perfume with sweet promise that brings tears to my eyes. I tell her that everything will be alright. That I'll save her from whatever she's running from and take her far far away. I tell her I love her. [gunshot] The silencer makes a whisper of the gunshot. I hold her close until she's gone. I'll never know what she was running from... I'll cash her check in the morning.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:57


Mais sobre mim



Homem que gosta da vida, de prazer, de sexo, de conversar, de partilhar.


Se deseja entrar em contacto com o autor, pode fazê-lo através do endereço: tomatesegrelos@sapo.pt.


ver perfil

seguir perfil


Copyright

© Tomates e Grelos and tomatesegrelos.blogs.sapo.pt, 2012 to 2014. Unauthorized use and/or duplication of this material without express and written permission from this blog’s author and/or owner is strictly prohibited. Excerpts and links may be used, provided that full and clear credit is given to Tomates e Grelos and tomatesegrelos.blogs.sapo.pt with appropriate and specific direction to the original content.

calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Tomates & Grelos Online




Posts mais comentados