Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Internacionalização (parte 1)...

por Tomates e Grelos, em 14.12.12

Amesterdão. Há algum tempo atrás. O dia já ia longo, as apresentações sucediam-se. Começava a ficar genuinamente fatigado com tantos contactos e com tanta repetição das mesmas explicações e demonstrações. Não era nada a que não estivesse habituado mas, não deixava de ser cansativo.

 

 

Já só pensava em subir ao quarto, tomar um banho, descansar um pouco, mudar de roupa, quando se aproxima mais um potencial cliente. Mas este cativou a minha atenção. Era uma senhora, na casa dos trinta e muitos anos, vestida de perfil profissional, com um colega de trabalho. Era alta, bonita, pernas longas, e a minha libido desperta sempre quando vou para fora. Mas como estava ali em trabalho e aquele era um momento para profissionalismo, contive-me.

 

 

 

Cumprimentei-os, expliquei o que estava ali a apresentar e, pediram-me uma demonstração do produto. Ávido de criar mais um cliente, assenti de pronto. Sentaram-se ambos junto à mesa do stand, para o qual tinham disponibilizado apenas duas cadeiras, o que fez com que eu ficasse de pé. Não era confortável nem prático mas, não ia deixar os potenciais clientes em pé. Além disso, as incómodas circunstâncias, rapidamente se tornaram bastante agradáveis quando os meus olhos pousaram do decote da senhora. Não me tinha apercebido como era avantajado anteriormente, talvez porque ela era efectivamente alta e o decote não era ousado. No entanto, estando eu numa posição elevada, podia apreciar com privilégio, como aquele peito guloso criava um leito volumoso entre ambos os seios. Não conseguia desviar o olhar de tal cordilheira, provocadora, hipnotizante.

 

 

 

Ao mesmo tempo que demonstrava os meus produtos, perdia o olhar naquela mulher que despertava em mim um animal selvagem que com certeza saltava no meu olhar. Quer fosse assim ou não, mantive a postura e não fiz nenhum gesto que me denunciasse...excepto o olhar. Comia-a com os olhos e fazia questão que ela o soubesse. Ela não se pareceu incomodar. Despedimo-nos de forma profissional e comecei a elaborar um plano para a seduzir.

 

O jantar era volante, o que se adequava perfeitamente ao que tinha planeado. Depois de cruzarmos olhares e um cumprimento distante acompanhado por um sorriso, aproximei-me. Começámos a conversar, fazendo de conta que tínhamos negócios a discutir. A verdade é que estávamos apenas à procura de um pretexto para nos conhecermos. Convidei-a para ir até ao bar, tomar um café e continuar a conversa que fluía calma e agradavelmente. Ela assentiu de pronto e, já mais confortáveis e descontraídos num sofá, começámos a desviar a conversa para temas mais pessoais. O plano estava a resultar!

 

 

Tinha um olhar penetrante. Perguntei-me se não estaria a ser vítima do meu próprio veneno. Um cruzar de pernas insinuado, lento e provocador, revelou que sim. Senti-me excitar por dentro. A minha linguagem corporal evidenciava-o sem engano. Ela percebeu-o e tratou de a exteriorizar. Conseguiu. Senti o meu sexo avolumar-se dentro das calças. Tinha de a possuir!

 

Perguntei-lhe:

- Do you want another drink?

- Yes please. Can I have one of those little ones?

- Little ones?

- Yes. One of those small bottles.

 

Percebi de imediato as suas intenções. Não que não tivesse já percebido o seu interesse mas, agora era declarado.

 

- Sure. I think I have a couple of them in my room's mini-bar. But it's on the other side of the hotel. It will take me ages to go there and back. Would you make me company along the way?

- Why not?... Since you've asked so nicely...

 

(to be continued...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:36



Mais sobre mim



Homem que gosta da vida, de prazer, de sexo, de conversar, de partilhar.


Se deseja entrar em contacto com o autor, pode fazê-lo através do endereço: tomatesegrelos@sapo.pt.


ver perfil

seguir perfil


Copyright

© Tomates e Grelos and tomatesegrelos.blogs.sapo.pt, 2012 to 2014. Unauthorized use and/or duplication of this material without express and written permission from this blog’s author and/or owner is strictly prohibited. Excerpts and links may be used, provided that full and clear credit is given to Tomates e Grelos and tomatesegrelos.blogs.sapo.pt with appropriate and specific direction to the original content.

calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Tomates & Grelos Online